quinta-feira, 7 de julho de 2011

Embrapa pode ceder área para aeroporto de Goiânia por permuta de area em Senador Canedo.

Acompanhado de comitiva, o secretário de Infraestrutura, Wilder Morais, volta amanhã à Brasília para dar seqüência a conversações que visam concretizar uma nova proposta de construção e ampliação do Aeroporto Santa Genoveva, de Goiânia. Às 16h30 a representação será recebida na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, que já sinalizou de forma positiva uma permuta de área próxima à Ceasa-Goiás, para alongamento de mil metros de pista do aeroporto, por outra em Senador Canedo. Em seguida haverá novo encontro na Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária – Infraero, de onde se espera um posicionamento a respeito do projeto para o Santa Genoveva.

A proposta em discussão tem entre os argumentos favoráveis a saturação do próprio aeroporto de Brasília, inclusive para vôos internacionais, que poderia contar com o de Goiânia como uma extensão, que teria capacidade para receber 6 milhões de passageiros por ano. Como está formulada, a proposta também prevê que não seja perdido o serviço já feito no Santa Genoveva. Ele seria ampliado para que o aeroporto tenha uma vida útil mais longa. Não por uma circunstância esportiva, mas financeira.

Hoje pela manhã, a convite, o secretário Wilder Morais participou de reunião com 40 empresários no Sindicato da Construção Civil, oportunidade em que divulgou a nova proposta para o Aeroporto Santa Genoveva. Na ocasião, participou de debate e respondeu a questionamentos da classe, informando ainda sobre o andamento dos contatos e providências realizados pela Pasta nesse sentido. Alguns empresários e outras autoridades vão integrar a comitiva que vai a Brasília amanhã.
Mais informações: (62) 3201-5498

tosabendo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário