quarta-feira, 19 de maio de 2010

Que a justiça seja feita.

A Justiça de Senador Canedo (GO), a 33 km de Goiânia, condenou ontem a proprietária e diretora de uma escola da cidade Marli Coraci de Souza Santos, 34 anos, a 15 anos de prisão por estupro de um aluno de 3 anos de idade em dezembro do ano passado. A criança, do sexo masculino, teria sido retirada da escola por ela e estuprada pelo pintor Arnaldo Nogueira de Oliveira Júnior, 36 anos, que estava junto deles e morava na unidade de ensino há um mês.

O promotor de Justiça Marcelo Faria de Costa Lima, da 3ª Promotoria de Senador Canedo, responsável pela denúncia, disse que o Ministério Público está de acordo com a sentença, mas lamenta que Arnaldo esteja foragido. O casal havia sido preso em 18 de dezembro e solto dias depois. "Recorremos da soltura, mas quando a Justiça mandou prender de novo, em janeiro, só localizaram a diretora. O pintor já estava no mundo."

O casal responde a um outro processo pelo mesmo crime. No começo do ano, a mãe de um outro menino de 3 anos de idade que estudava na mesma escola denunciou os dois ao Ministério Público.

Segundo a denúncia, a diretora havia conhecido Arnaldo pela internet em novembro e o contratou para alguns serviços na escola. Como ele não era de Senador Canedo, passou a morar na escola. Marli alega que costumava sair com as crianças como forma de recreação e não imaginava que o pintor era pedófilo.

"Não ficou claro se ela participou ou não do abuso, nem qual era a relação exata dela com o pintor, mas a diretora era a pessoa responsável por zelar pela segurança das crianças. Ela criou as circunstâncias para que o pintor pudesse cometer o abuso", disse o promotor.

A diretora está presa desde janeiro na Casa de Prisão Provisória (CPP). Por ser um crime hediondo, ela terá de cumprir pelo menos dois quintos da pena para ter direito à progressão.

terra

Senador Canedo figura entre os municipios goianos que tem melhor qualidade de vida para a população.

Estudo da Secretaria de Planejamento colocou Itumbiara na sexta posição entre os municípios mais competitivos do Estado. Com média de 39,20 [numa escala de 0 a 100], Itumbiara aparece atrás de Anápolis, Rio Verde, Catalão, Aparecida de Goiânia e Senador Canedo. As melhores notas obtidas pela cidade estão relacionadas a qualidade de vida (68,92) e infraestrutura econômica, localização estratégica e logística (67,87), enquanto o pior desempenho é verificado em política de incentivos financeiros e tributários (2,58), mão de obra (17,39) e infraestrutura tecnológica (24,97). No quesito dinamismo, Itumbiara aparece com nota 30 e riqueza econômica com 32,64.

Na média ponderada geral, com seus 39,20 o município ficou bem próximo de Senador Canedo e Catalão (42,63 e 42,91 respectivamente) e mais distante de Aparecida (49,17), Rio Verde (53,29) e Anápolis (58,39). A excelente nota em qualidade de vida, colocou o município na segunda posição neste quesito entre os 65 melhores colocados no ranking, perdendo apenas para Catalão (69,55).

Para chegar à nota de Itumbiara em qualidade de vida, a Seplan considerou o índice de violência, leitos hospitalares, domicílios com água e rede de esgoto, matrículas no ensino fundamental, consumo de energia elétrica e salário médio formal. Inclui, também, vagas ofertadas no ensino superior, matrículas em cursos de capacitação de mão-de-obra e em educação profissional – nível técnico.

folha de noticias

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Bandido perigoso é preso pela Guarda Municipal de Senador Canedo

A Guarda Municipal evitou uma ação criminosa que poderia ter custado a vida de uma mulher canedense. Adonel Barros de Araújo foi preso em flagrante após agredir e roubar a bolsa de Janislene de Sousa Soares nos arredores da antiga Estação Ferroviária. Ao tentar se defender, a moça foi ferida na mão com uma faca e teve as roupas rasgadas.

A vítima foi encaminhada para o pronto-socorro enquanto o acusado seguiu direto para a delegacia de Polícia Civil. No processo de indiciamento, as autoridades descobriram que Adonel não é nada inexperiente no mundo do crime. Ele responde por outras quatro violações graves do Código Penal Brasileiro: furto (artigo 155), receptação qualificada (artigo 180), tráfico (artigo 12) e roubo à mão armada (artigo 157).

Para o 2° tenente Francisco Carlos Bassualdo Chaves, comandante da Guarda Civil Municipal em Senador Canedo, a prisão de Adonel é mais uma demonstração de que as corporações ligadas à segurança pública na cidade estão exercendo as suas funções com eficiência. Ele parabeniza a equipe envolvida na captura do criminoso e ressalta a presença da Guarda nos eventos em que existem aglomeração de pessoas. "Honramos o compromisso de oferecer segurança e socorro não somente ao patrimônio público, mas a toda a sociedade canedense".

Começa o treinamento das voluntárias do “Mulheres do Bem”

Na tarde de sexta-feira (30), a Diretoria de Atenção à Mulher realizou a primeira reunião das voluntárias que vão compor a equipe do projeto denominado Mulheres do Bem. A iniciativa é desenvolvida pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Atenção à Mulher (Semasam) e tem como objetivo atender as famílias que passam por momentos de sofrimento e dificuldade.

A reunião é parte do treinamento que as voluntárias deverão passar durante todo o mês de maio. A intenção é desempenhar atividades que vão além das palavras de consolo, como uma série de palestras, reuniões e debates sobre os diversos serviços disponíveis em Senador Canedo.

A ação conta com o apoio de profissionais de diferentes áreas e órgãos que compõem a rede de assistência social, saúde e educação do município. Nesse primeiro encontro, as participantes puderam esclarecer suas dúvidas sobre o trabalho realizado pela ação social e pela Diretoria de Habitação.

De acordo com a diretora de Atenção à Mulher, Ana Maria Emos, a capacitação é um pré-requisito fundamental para o desempenho das "Mulheres do Bem". "Primeiramente, vamos qualificar as voluntárias para que elas possam fazer o trabalho com segurança. É preciso que elas saibam sobre todos os serviços disponíveis, seja da prefeitura, do estado ou de ONG's. Queremos dar toda orientação para que a família saiba onde buscar ajuda."

Atualmente, o grupo conta com a adesão de 22 mulheres. Doze participaram desse primeiro treinamento. No próximo encontro, serão discutidas as ações realizadas pela Diretoria de Atenção à Mulher e, em seguida, será exposto o trabalho da Secretaria de Saúde. Também estão previstas palestras com psicólogos, onde serão abordados temas relacionados à auto-estima e às relações interpessoais. A previsão é de que as primeiras visitas sejam realizadas dentro de três semanas.

O trabalho que será desenvolvido pelas "Mulheres do Bem" já era realizado por equipes da Diretoria da Mulher. Com a adesão da comunidade, a expectativa é que ele seja ampliado, beneficiando um número maior de famílias. De acordo com Ana Maria Emos, para as pessoas que passam por situações de sofrimento, uma palavra de consolo faz toda a diferença.

fonte: O cidadão