terça-feira, 30 de junho de 2009

REVITALIZAÇÃO DA AVENIDA RIO VERDE É META DE IRIS E MAGUITO

A revitalização da Avenida Rio Verde, que promove a ligação entre Goiânia e Aparecida de Goiânia, é um dos alvos dos prefeitos Iris Rezende e Maguito Vilela. As obras terão início no segundo semestre deste ano e já é uma das razões da parceria entre os dois município para unificar fiscos entre as duas cidades. Segundo informações dos dois prefeitos, o projeto está em fase de estudo, informação repassada hoje em solenidade realizada no Paço Municipal.


O convênio, estabelecendo diretrizes conjuntas de atuação, objetiva otimizar resultados, aumentar receitas e diminuir despesas o que permitirá o incremento das receitas municipais por meio do combate à sonegação do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). Situação reforçada pelos secretários de Finanças Dário Campos (Goiânia) e Carlos Eduardo Rodrigues (Aparecida).

A parceria permitirá também o cruzamento de dados liberando acesso às informações sobre os impostos pertinentes às duas cidades. Os dois secretários descartaram a alegação de terrorismo fiscal, afirmando que a medida permitirá a utilização de instrumentos tecnológicos para melhorar a capacidade de fiscalização das duas prefeituras. A iniciativa estabelece ações nos setores de asfalto, rede de esgoto, água tratada e atendimento à saúde.



O prefeito Maguito Vilela esclareceu que esta é uma maneira de evitar que obras importantes para a comunidade sofram solução de continuidade por falta de recursos orçamentários. Ele destacou que os limites territoriais entre os dois municípios sempre geraram dúvidas e possibilitaram a sonegação fiscal. Maguito destacou o caráter fiscalizador da parceria.


Iris Rezende afirmou que a intenção da Prefeitura de Goiânia é a de colaboração técnica para evitar injustiças no processo sócio administrativo. 'A sonegação penaliza o contribuinte que procura honrar seus compromissos fiscais e desrespeita àqueles que agem dentro da legalidade. Quando acontece a sonegação, a comunidade perde com a falta de investimento em obras de infraestrutura,' adiantou.


Por:Sirley Camilo

Nenhum comentário:

Postar um comentário