quinta-feira, 28 de maio de 2009

Promotoria de Senador Canedo investiga caso de funcionário fantasma

O promotor de Justiça Glauber Rocha apura possível existência de funcionário fantasma na prefeitura de Senador Canedo. De acordo com a denúncia o servidor municipal Marcos Bravo, recebe normalmente pela prefeitura , contudo, desde o ano de 2007 não trabalha no referido órgão.
Caso comprovado os fatos, o promotor evidencia que as penas cominadas para quem prática tal ato, podendo ressarcir integralmente o dano, se houver, perder a função pública, ter suspensos os direitos políticos de três a cinco anos, pagar multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e ser proibido de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos. (CAOPP)


fonte:Ministerio Publico de Goias

Nenhum comentário:

Postar um comentário