sexta-feira, 15 de maio de 2009

Mohammed D'Ali é condenado a 21 anos pela morte de jovem inglesa




Jurados condenaram a 19 anos de reclusão pelo crime de homicídio.Outros dois anos da condenação foram referentes à ocultação do cadáver.


Após 14 horas e meia de julgamento no Tribunal do Júri de Goiânia, os jurados decidiram pela condenação do jovem Mohammed D'Ali dos Santos a cumprir pena de 21 anos de reclusão, em regime fechado, pela morte e ocultação do cadáver da jovem inglesa Cara Marie Burke, 17 anos. O crime foi cometido em 26 de julho de 2008. A decisão foi lida pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, às 23h desta quinta-feira (14).

Em relação ao crime de homicídio, Mohammed foi condenado a 20 anos de reclusão, reduzindo-a em seis meses para cada atenuante (ser menor de 21 anos e réu primário), totalizando, então, 19 anos de reclusão em regime fechado.

Pelo crime de ocultação de cadáver, Mohammed foi condenado a 2 anos de reclusão, também em regime fechado. Os jurados ainda decidiram por uma multa de 150 dias/multa, sendo que cada dia deve ser considerado como um trigésimo do valor do salário mínimo vigente à época do crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário