terça-feira, 7 de abril de 2009

Delegado baleado por escrivão morre no ABC

Ricardo Jean Maluf levou um tiro no abdômen na segunda, em Diadema.
Para a polícia, sumiço de cheque pode ter motivado o crime.

O delegado Ricardo Jean Maluf, de 49 anos, que levou um tiro na barriga dentro de uma delegacia de Diadema, no ABC, morreu na noite desta segunda-feira (6). O delegado foi baleado por um escrivão no início da tarde, depois de uma discussão sobre um cheque que tinha sumido.
O crime ocorreu na Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes, onde os dois trabalhavam. Segundo a polícia, os dois já vinham discutindo sobre o cheque, que o delegado acreditava ter sido pego pelo escrivão.
Na segunda, o autor do tiro entrou na sala do delegado e os dois brigaram. Logo depois, o escrivão sacou a arma e deu um tiro à queima-roupa, com uma pistola ponto 40 na barriga do delegado titular. A bala perfurou o intestino e atingiu o pâncreas.

Os policiais encontraram o delegado caído na sala. Ele foi levado para o hospital e passou por uma cirurgia, mas morreu no fim da noite.
O escrivão foi preso levado para depor na Delegacia Seccional de Diadema. A Corregedoria da Polícia Civil foi chamada. “Ele foi autuado em flagrante, recolhido para o presídio da Polícia Civil e vai ficar à disposição do Judiciário”, explicou o delegado seccional Paulo Fernando Fortunato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário