quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Rapper T.I. transforma prisão em reality show



Em programa da MTV, artista quer 'conscientizar os adolescentes'.Rapper foi condenado a um ano de prisão por posse ilegal de armas.

Um novo reality show na TV americana mostra um rapper preparando-se para passar um ano na prisão por delitos relacionados a armas, mas, em lugar de glamurizar seus crimes, o rapper T.I. quer ensinar outros a não cometerem os mesmos erros que ele.
T.I., cujo nome real é Clifford Harris, diz que quer dar uma virada em sua vida com "T.I.'s road to redemption", uma série que será exibida pela MTV e na qual ele quer conscientizar sete jovens sobre os riscos que estão correndo.
"Estou dizendo tanto quanto posso, da melhor maneira que posso, para combater essa violência de adolescentes contra adolescentes, essa besteira de ações e represálias que tão frequentemente acontece nos centros urbanos pobres", disse à Reuters o rapper de 28 anos, enquanto trocava a pilha de uma tornozeleira que é obrigado a usar até entrar na prisão.
O rapper, que já foi premiado com o Grammy, foi preso em 13 de outubro de 2007 - pela 32ª vez - por posse de metralhadoras e silenciadores. Ele passou mais de seis meses em prisão domiciliar, enfrentando a possibilidade de uma sentença de 30 anos de prisão.
Mas, num acordo fechado com a promotoria, T.I. - que não tem o direito de portar armas de fogo, devido a uma condenação anterior por drogas - se confessou culpado de posse ilegal de armas de fogo, e sua sentença foi suspensa por um ano.
Pelo acordo, se T.I., que é pai de seis filhos, completar mil horas de serviços comunitários até março, ele cumprirá apenas um ano de prisão. Ele já completou mais de 900 horas, em sua maioria falando com jovens numa tentativa de "inspirar mudanças".
Seu seriado de reality show não faz parte do serviço comunitário. Na atração, ele procura chocar alguns jovens, mostrando a eles como é a vida na prisão ou levando-os a um necrotério para ver um cadáver.
A MTV se negou a informar se o rapper está sendo pago pelo seriado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário