sábado, 7 de fevereiro de 2009

Novos presidentes de Câmara e Senado ‘herdam’ pauta de temas polêmicos

Michel Temer (esq.) e José Sarney, em Brasília, no dia em que foram eleitos presidentes de Câmara e Senado, respectivamente (Foto: José Cruz / Agência Brasil)


Senado analisará voto secreto em primeira sessão de 2009.Proposta que muda rito de MPs deve ir à votação na Câmara.


Eleitos pela terceira vez para os cargos de presidente do Senado e da Câmara, o senador José Sarney (PMDB-AP) e o deputado Michel Temer (PMDB-SP), iniciam a nova legislatura com uma “herança” deixada pelos antecessores: uma pauta repleta de temas espinhosos para analisar.



No Senado, a primeira sessão de 2009 – adiada esta semana devido à escolha dos integrantes da nova Mesa Diretora – trará na pauta temas como a proposta que acaba com o voto secreto nos casos de perda de mandato dos parlamentares e a que institui o voto aberto em todas as votações do Congresso.



A pauta deixada pelos líderes partidários no final de 2008 na Câmara não é menos difícil e inclui, entre as propostas prontas para votar no plenário, temas como o combate ao nepotismo, o voto aberto e a mudança do trâmite nas medidas provisórias editadas pelo Executivo – as duas últimas já em segundo turno.




Amauri Arrais Do G1, em São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário