sábado, 7 de fevereiro de 2009

Futebol Goiano

Goiás
Hélio está preocupado com jogo aéreo

Preocupado com a bola aérea do Vila Nova, mas sem mudar o esquema tático, o Goiás disputa, amanhã, às 17 horas, o seu primeiro clássico no Campeonato Goiano. No treino da manhã de ontem, o técnico Hélio dos Anjos insistiu nas jogadas pelo alto e, durante o coletivo da tarde, parou o trabalho em alguns momentos para repetir bolas alçadas na área da defesa titular.

Uma das preocupações em relação ao time do Vila Nova é o zagueiro Thiago Carvalho, que sempre aparece na área nos cruzamentos e já marcou dois gols no Goianão. Hélio não definiu ontem quem começa o jogo na posição de primeiro volante: Gomes ou Everton. Gomes atuou nos três primeiros jogos do Goianão, mas ficou fora da partida contra o Anápolis, quarta-feira, quando o Goiás venceu por 1 a 0. Everton foi titular contra o time anapolino. Ontem, no coletivo, o técnico começou com Gomes e depois deixou Everton jogar.

Brasileiro
O Goiás estreará em casa no Campeonato Brasileiro da Série A de 2009, contra o Náutico no Estádio Serra Dourada em Goiânia, o mesmo adversário contra o qual o Goiás fez a sua estréia no Brasileiro da Série A do ano passado, com derrota por 2x1 em Recife, no 2º final de semana do mês de maio, dias 9 e 10. Por conseguinte, encerrará a sua participação jogando fora de casa, no domingo, dia 6 de dezembro, contra o Vitória no Estádio Barradão em Salvador.

Depois de dois anos, o Goiás começa em casa e consequentemente termina fora de casa. A última estréia do Goiás em casa, foi em 2006, quando empatou em 0x0 diante do Santos.

Vila nova
Mistério no Vila

O técnico Gilson Kleina faz mistério na escalação do Vila Nova para o clássico contra o Goiás, amanhã, às 17 horas, no Estádio Serra Dourada. Hoje pelo manhã ainda aconteceu um treino com portões fechados, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, segundo ele com a intenção de testar algumas formações e jogadas ensaiadas. Para escalar a equipe, Kleina espera uma definição dos médicos em relação ao meia Rosembrick, que não participou do treino de sexta-feira, novamente em função de uma amigdalite.

O jogador chegou ao clube mancando na quinta-feira, mas a pancada no tornozelo não será problema. O meia Canindé tem problemas musculares e está fora. Ontem Gílson Kleina testou uma formação com três zagueiros e seis jogadores no meio-de-campo. O time entrou com Lauro; Valença, Thiago Carvalho e Kleber Romero; Osmar, Léo Matos, Cleber Goiano, Leandro, Luciano Ratinho e Carlão; Vanderlei.

Atlético
Dragão volta ao ACCIOLY com retrospectiva invejavel


Quando entrar em campo para enfrentar o Crac, no domingo, o Atlético voltará a realizar um jogo oficial no Antônio Accioly após pouco mais de quatro meses. A expectativa é que a torcida compareça ao estádio para apoiar a equipe que sustenta uma marca invejável de 18 vitórias consecutivas em casa.A última partida oficial do Dragão em seu território foi contra o Duque de Caxias, quando venceu por 3 a 0, em jogo válido pela terceira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, no dia 28 de setembro do ano passado. A última derrota foi em 23 de fevereiro de 2008, contra o Itumbiara (2 x 1 para os visitantes), no Goianão. De lá para cá, o torcedor rubro-negro não viu outro resultado em casa que não fosse a vitória, em jogos do estadual do ano passado, Copa do Brasil, Série C e amistosos.

Para manter o excelente aproveitamento como mandante, o time conta com o apoio da torcida e espera o Accioly lotado. A partir do jogo contra o Crac, neste domingo, a capacidade da casa rubro-negra passa a ser de 7.900 lugares. Durante a última semana, foram instaladas arquibancadas tubulares fixas para mais 3.700 torcedores, além dos 4.200 que já faziam parte da estrutura do estádio.





anapolis
Novo técnico do Galo é um dos mais antigos do Brasil
O veterano treinador Aderbal Lana está de volta ao Campeonato Goiano. Ele foi anunciado como novo treinador do Anápolis, em lugar de Edson Machado, que ganhou mala em razão da fraca campanha da equipe, que é lanterna do Campeonato Goiano com apenas dois pontos ganhos e nenhuma vitória.

Aderbal Domingos Lana, radicado em Itumbiara, é um dos mais lendários treinadores em atividade no Brasil. Mineiro nascido em Uberlândia e atualmente com 62 anos, Lana é considerado o maior treinador da história do futebol do Amazonas, onde já comandou quase todos os times como Nacional, Fast, São Raimundo, entre outros. Esteve no Oriente Médio e já dirigiu vários outros times de Goiás, Minas Gerais, Paraná e Mato Grosso.

É treinador em times de projeção desde 1976, talvez sendo o que esteja há mais tempo em atividade no futebol brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário