sábado, 7 de fevereiro de 2009

Alcides Rodrigues sai confiante de reunião com presidente Lula




O governador Alcides Rodrigues, o Secretário da Fazenda, Jorcelino Braga, e o presidente da Celg, Ênio Branco, estiveram reunidos hoje com o presidente Lula para tratar do empréstimo solicitado junto ao BNDES. O valor da transação é de R$ 1,2 bilhão, dinheiro suficiente para sanear as dívidas da estatal com o sistema energético brasileiro.


Só para a Eletrobrás a Celg deve R$ 1 bilhão. “O Governo do Estado vai garantir o pagamento do empréstimo”, afirmou Alcides Rodrigues. Ainda em Brasília o governador se reuniu com o Ministro de Minas e Energia, Edson Lobão.Alcides Rodrigues saiu otimista de reunião.


Ainda no gabinete da Presidência da República o governador entrou em contato com as direções da Eletrobrás e do BNDES e agendou para a próxima semana, dias 11 e 12, audiências para que sejam definidos os trâmites legais e a forma de pagamento para que o empréstimo seja liberado.


“Estamos contando com o apoio técnico de secretários de governo e de políticos goianos em Brasília”, declarou.Caso o BNDES libere os R$ 1,2 bilhão para a quitação das dívidas, a Celg terá ainda saldo em caixa de R$ 130 milhões para investir no programa Luz para Todos.


“Esse investimento vai ser suficiente para fazer 22 mil novas ligações até o final de 2010”, completou Ênio Branco.O planejamento do Governo do Estado estruturou um segundo plano para garantir o fôlego financeiro da Celg. A Assembleia Legislativa já autorizou a comercialização de 41% das ações da Celg no mercado financeiro, mas a venda é a última saída levantada pelo Governo de Goiás, que vem evitando a possibilidade a todo custo. Atualmente o Estado detém 99,5% das ações da empresa. Os outros 5% estão nas mãos da Eletrobrás.


fonte:Goias agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário