quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Governo Lula amplia limite de renda dos beneficiários do Bolsa Família

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu nesta quarta-feira autorizar que famílias que tenham renda mensal per capita de até R$ 137 recebam os benefícios do Bolsa Família. Até então, a autorização era apenas para as famílias com renda mensal per capita de R$ 120. A decisão foi tomada por Lula depois de reunião com o ministro Patrus Ananias (Desenvolvimento Social). A primeira inclusão de beneficiados ocorrerá a partir de maio. Pelos dados do ministério, a medida vai permitir a inclusão de 1,3 milhão de famílias em todo país. A previsão é que para o pagamento dos benefícios sejam gastos R$ 549 milhões neste ano. Não há ainda cálculos para 2010, segundo os técnicos. Cada família pode receber até R$ 60 por mês. De acordo com interlocutores do Palácio do Planalto, a decisão foi tomada a partir de dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e do IPEA (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas). Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, a renda da família é calculada a partir da soma do dinheiro que todas as pessoas da casa ganham por mês (como salários e aposentadorias). Esse valor deve ser dividido pelo número de pessoas que vivem na casa, obtendo assim a renda per capita da família. Os interessados devem procurar o setor responsável pelo Programa Bolsa Família no município e apresentar documentos pessoais, como título de eleitor ou CPF, para se cadastrar no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal). Política Ontem em São Paulo, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) elogiou a eficiência do programa Bolsa Família. Penso que uma característica muito importante do nosso governo é a inclusão social, que conseguimos através do Bolsa Família, por meio de todo um processo de desenvolvimento econômico que nós temos sustentado ao longo desses anos e agora, sobretudo, diante da crise, disse ela. Dilma é apontada como a candidata favorita do presidente Lula à sucessão presidencial. Nesta quinta-feira, ela e mais oito ministros se reúnem com governadores do Norte e Nordeste, além do Mato Grosso, para a discussão de programas sociais do governo federal, inclusive o Bolsa Família. O programa Bolsa Família e as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) são considerados os principais projetos do governo federal. Ambos são tratados como questões sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário